ASSOCIAÇÃO DOS FAMILIARES DE VÍTIMAS E SOBREVIVENTES DA TRAGÉDIA DE SANTA MARIA

“Exceção da verdade” de pai processado: julgamento continua nesta segunda (26), em Porto Alegre   Está na pauta desta segunda-feira (26) do Tribunal Pleno, do Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RS), a continuação do julgamento da “exceção da verdade”, incidente processual pedido pelo pai de vítima da tragédia da Kiss Flávio José da Silva, processado por calúnia pelo promotor de Justiça Ricardo Lozza. Nesse processo, além de Flávio, vice-presidente da Associação de Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), também responde por calúnia Sérgio da Silva,[...] veja mais →
Apesar de uma ampla maioria e cada vez maior de conhecedores do Direito que discordam do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) e dos promotores responsáveis pelo caso, quanto aos arquivamentos dos processos de entes públicos, ainda insistem em associar o desacordo com as decisões do MPRS somente aos pais. Cada vez mais, operadores do Direito, técnicos, professores de Direito, criminalistas, representantes de órgãos públicos de entidades representativas da sociedade, enfim, aqueles que leram desde o início sobre a tragédia da Boate Kiss e, ao longo desses quatros anos, fizera[...] veja mais →
Nesta quarta-feira, haverá vigília na tenda dos familiares de vítimas da tragédia da Boate Kiss, na Praça Saldanha Marinho, no Centro de Santa Maria, das 9h às 17h30. Mães de vítimas estão confeccionando “quadradinhos de amor”, de tricô e crochê. O objetivo é fazer cobertores para crianças pobres.   Novelos de lã são bem-vindos para a confecção dos quadradinhos. Quem quiser, se preferir,  pode levar os quadradinhos prontos para ajudar.   Todos são convidados a dar uma passada na tenda para dar um abraço nos familiares e, em qualquer lugar, fazer uma oração. Foto de Ligiane Righi[...] veja mais →
Manifestações de apoio aos pais de vítimas da Kiss processados por promotores e um ex-promotor de Santa Maria fizeram com que a #SomosTodosPaisKiss chegasse aos assuntos mais comentados no Twitter, no Brasil, na noite de domingo (18). Vídeos e mensagens de apoio foram compartilhados por dezenas nas redes sociais. Quatro anos anos após a tragédia que matou 242 pessoas, três pais e uma mãe de vítima da boate Kiss podem ser condenados em seguida, enquanto os responsáveis seguem impunes. No Facebook, a página Somos Todos Pais Kiss, criada no último dia 15, já tinha mais de 7 mil curtidas e 5[...] veja mais →
Foi colocado na pauta do Tribunal Pleno, do Tribunal de Justiça do Estado (TJ/RS), a continuação do julgamento da “exceção da verdade”, incidente processual pedido pelo pai de vítima da tragédia da Kiss Flávio José da Silva, processado por calúnia pelo promotor de Justiça Ricardo Lozza. Nesse processo, além de Flávio, vice-presidente da Associação de Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), também responde por calúnia Sérgio da Silva, presidente da AVTSM. A ação tramita na 4ª Vara Criminal de Santa Maria. No processo, Flávio requereu a chamada “exceção da[...] veja mais →
  Foi julgado na quarta-feira (7) o primeiro recurso, na 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS), em relação à decisão de 22 de março, que confirmou que os quatro réus da tragédia da Boate Kiss devem ir a júri popular, por 2 votos a 1 (confira a notícia AQUI). O que estava em pauta na quarta (7) era uma tentativa do Ministério Publico (MP) de fazer retornar as qualificadoras por motivo torpe e meio cruel, que foram retiradas no julgamento de março. Mas os três desembargadores da 1ª Câmara Criminal do TJ/RS, por unanimidade, não acolheram o pedido do MP.[...] veja mais →
A exemplo do processo criminal contra Paulo Carvalho, pai de vítima de vítima da tragédia da Boate Kiss, outra ação na Justiça está pronta para ser julgada. É o processo cível contra a mãe de vítima Irá Mourão Beuren, conhecida como Marta. Desde o dia 2 de junho, o juiz Carlos Alberto Ely Fontela, da 3ª Vara Cível de Santa Maria, está apto para dar uma sentença, condenando ou absolvendo a mãe Mãe de Silvio Beuren Junior, o Silvinho, que morreu na tragédia da Boate Kiss aos 31 anos, Marta responde a processo cível por injúria, difamação e falsidade ideológica. Ela é processada pelo[...] veja mais →
Qualquer condenação dos quatro réus do processo principal da tragédia da Boate Kiss ainda vai demorar, pois há recursos em tramitação no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ/RS), e o caso ainda deve chegar ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília. Mas uma ação em Santa Maria pode ter uma decisão a qualquer momento. E o réu é um pai de vítima da tragédia. O processo é contra o pai Paulo Carvalho, diretor jurídico da Associação de Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM). Ele responde a por calúnia e[...] veja mais →
Após mais de 50 meses do acontecimento que marcou para sempre a história do Coração do Rio Grande, o incêndio na Boate Kiss, mais um passo importante foi dado na tarde desta sexta-feira (02). O Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), em reunião com a Prefeitura de Santa Maria e a Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), detalhou como ocorrerá o Concurso Público Nacional para construir, no local onde se encontra o prédio, um memorial às vítimas da tragédia. O Instituto de Arquitetos será o responsável por lançar o concurso, que deve custar[...] veja mais →
Seminários antes do concurso terão a participação de universidades para discutir propostas para o espaço onde funcionava a casa noturna que pegou fogo em janeiro de 2013   Nesta sexta-feira, às 15h, será lançado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Rio Grande do Sul (IAB-RS) um concurso público, para que arquitetos possam enviar anteprojetos como sugestão estética para o memorial das vítimas da tragédia da Boate Kiss, que será construído no espaço onde funcionava a casa noturna que sofreu um incêndio em janeiro de 2013, causando a morte de 242 pessoas. Todo o[...] veja mais →